Casa Nova - Por Bolsetas

Por motivos alheios a nossa vontade, mudamos de endereço.

Na realidade a UOL está com um novo método, não sabemos se temporário ou não, que impossibilita os convidados de um blog comunitário de mexer no html do template.

Como adoramos colocar uma música em cada post isso prejudicou o funcionamento adequado das nossas postagens.

Então resolvemos mudar para http://nabolsadamulher.blogspot.com para continuarmos com nosso cantinho.

Agradecemos as compreensão de todos os amigos que aqui vem nos visitar e contamos com vocês na nossa nova casa.

Beijos a todos e tem post novo lá...



-Na bolsa da : Labell®/Claudia às 10h43
[ 04 Coments aqui ]





Sawabona - Por Claudia

-Sobre estar sozinho-

Não é apenas o avanço tecnológico que marcou o inicio deste milênio. As relações afetivas também estão passando por profundas transformações e revolucionando o conceito de amor.

O que se busca hoje é uma relação compatível com os tempos modernos, na qual exista individualidade, respeito, alegria e prazer de estar junto, e não mais uma relação de dependência, em que um responsabiliza o outro pelo seu bem-estar.

A idéia de uma pessoa ser o remédio para nossa felicidade, que nasceu com o romantismo está fadada a desaparecer neste início de século.

O amor romântico parte da premissa de que somos uma fração e precisamos encontrar nossa outra metade para nos sentirmos completos.

Muitas vezes ocorre até um processo de despersonalização que, historicamente, tem atingido mais a mulher.

Ela abandona suas características, para se amalgamar ao projeto masculino.

A teoria da ligação entre opostos também vem dessa raiz: o outro tem de saber fazer o que eu não sei.
Se sou manso, ele deve ser agressivo, e assim por diante.

Uma idéia prática de sobrevivência, e pouco romântica, por sinal.

A palavra de ordem deste século é parceria. Estamos trocando o amor de necessidade, pelo amor de desejo. Eu gosto e desejo a companhia, mas não preciso, o que é muito diferente.

Com o avanço tecnológico, que exige mais tempo individual, as pessoas estão perdendo o pavor de ficar sozinhas, e aprendendo a conviver melhor consigo mesmas.

Elas estão começando a perceber que se sentem fração, mas são inteiras.
O outro, com o qual se estabelece um elo, também se sente uma fração. Não é príncipe ou salvador de coisa nenhuma. É apenas um companheiro de viagem.

O homem é um animal que vai mudando o mundo, e depois tem de ir se reciclando, para se adaptar ao mundo que fabricou.

Estamos entrando na era da individualidade, o que não tem nada a ver com egoísmo. O egoísta não tem energia própria; ele se alimenta da energia que vem do outro, seja ela financeira ou moral.

A nova forma de amor, ou mais amor, tem nova feição e significado. Visa à aproximação de dois inteiros, e não a união de duas metades.

E ela só é possível para aqueles que conseguirem trabalhar sua individualidade. Quanto mais o indivíduo for competente para viver sozinho, mais preparado estará para uma boa relação afetiva.

A solidão é boa, ficar sozinho não é vergonhoso.
Ao contrário, dá dignidade à pessoa.
As boas relações afetivas são ótimas, são muito parecidas com o ficar sozinho, ninguém exige nada de ninguém e ambos crescem.

Relações de dominação e de concessões exageradas são coisas do século passado. Cada cérebro é único. Nosso modo de pensar e agir não serve de referência para avaliar ninguém.

Muitas vezes, pensamos que o outro é nossa alma gêmea e, na verdade, o que fizemos foi inventá-lo ao nosso gosto.

Todas as pessoas deveriam ficar sozinhas de vez em quando, para estabelecer um diálogo interno e descobrir sua força pessoal.

Na solidão, o indivíduo entende que a harmonia e a paz de espírito só podem ser encontradas dentro dele mesmo, e não a partir do outro.

Ao perceber isso, ele se torna menos crítico e mais compreensivo quanto às diferenças, respeitando a maneira de ser de cada um.

O amor de duas pessoas inteiras é bem mais saudável. Nesse tipo de ligação, há o aconchego, o prazer da companhia e o respeito pelo ser amado.

Nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem de aprender a perdoar a si mesmo!...

PS: Caso tenha ficado curioso em saber o significado de SAWABONA, é um cumprimento usado no sul da África e quer dizer:
 "EU TE RESPEITO, EU TE VALORIZO, VOCÊ É IMPORTANTE PRA MIM".

Em resposta as pessoas dizem "SHIKOBA", que é:
"ENTÃO, EU EXISTO PRA VOCÊ".
 
Flávio Gigovate

 



-Na bolsa da : Claudia às 00h21
[ 04 Coments aqui ]





Força e Coragem - Por Claudia

 

A Diferença entre a força e a coragem

 

É preciso ter força para ser firme,
mas é preciso coragem para ser gentil.

É preciso ter força para se defender,
mas é preciso coragem para baixar a guarda.

É preciso ter força para ganhar uma guerra,
mas é preciso coragem para se render.

É preciso ter força para estar certo,
mas é preciso coragem para ter dúvida.

É preciso ter força para manter-se em forma,
mas é preciso coragem para ficar de pé.

É preciso ter força para sentir a dor de um amigo,
mas é preciso coragem para sentir as próprias dores.

É preciso ter força para esconder os próprios males,
mas é preciso coragem para demonstrá-los.

É preciso ter força para suportar o abuso,
mas é preciso coragem para faze-lo parar.

É preciso ter força para ficar sozinho,
mas é preciso coragem para pedir apoio.

É preciso ter força para amar,
mas é preciso coragem para ser amado.

É preciso ter força para sobreviver,
mas é preciso coragem para viver.

Se você sente que lhe faltam a força e a coragem,
queira Deus que o mundo possa abraçá-lo hoje
com Calor e Amor !

E que o vento possa levar-lhe uma voz que lhe diz
que há um Amigo, vivendo num outro lado do Mundo,
desejando que você esteja bem.

 

 

Pela Passagem do Pai da

Bolseta Labellaluna

 

Criamos um altar virtual Acenda  uma vela em memória do Sr Darci

Altar Virtual



-Na bolsa da : Claudia às 00h31
[ 04 Coments aqui ]





Só a Copa do Mundo mesmo!- Por Labellaluna®

Nessa época de copa do mundo e na véspera do segundo jogo do Brasil o assunto aqui no bolsa só poderia ser futebol...
Fuçando na net encontrei uma crônica que achei interessante...
Aqui está ela...

Ainda mais em dia de jogo do Brasil! Todas as janelas com bandeiras, todos os carros e todas as pessoas.
Em dia de jogo do Brasil se veste de verde amarelo. Quem não tem nenhuma roupa dessa cor improvisa com algo, ou um chapéu, cachecol, bandana, o que for. O importante é ter algo que mostre que você é brasileiro.
Congestionamentos nas principais vias das cidades, bares lotados, movimento que não existe em outra época. Tudo pára, nada funciona, só a televisão, os olhos e a garganta para gritar GOL. Normalmente nem ouvimos o jogo, a gritaria é tanta que não dá, então o esquema é ver.
Os olhares são fixos, todos viram amigos e criam gritos de guerra para falar mal do juiz e do time adversário. É tanta paixão e um tanto querer demonstrar que reparei em um apartamento que não tinha bandeira na janela, apenas um pedaço da cortina para fora, o detalhe, a cortina para fora, com o detalhe de que a cortina era verde. Não sei se foi de propósito ou não, mas que foi brasileiro isso foi.
Dia campeão de cores, ânimos, pipoca, guaraná e cerveja é o dia de jogo do Brasil na Copa do Mundo.

Texto:chaverinho

Beijos a todos e Bom Jogo rumo ao Hexa...



-Na bolsa da : Labellaluna® às 11h09
[ 04 Coments aqui ]



Xeretando






Anggun
A Rose In The Wind
 
Anggun - A Rose In The Wind


Dia 02/04 das 17:00hs às 19:00hs, haverá um debate relacionado ao tema Traição Virtual em nosso chat. Gostariamos que todos vcs participassem!!!

Esperamos e Contamos com vocês, é só clicar no botão abaixo...

Free Java Chat from Bravenet.com





eXTReMe Tracker



Sou Labellaluna®, 44 anos, webdesigner, Paulistana morando em Ribeirão Preto com meus pais e separada.
Na minha bolsa levo documentos, celular, cartões de visitas, bateria do notebook,mini cds com apresentações, batom, brilho, lápis de boca, óculos de sol e de grau (porque não uso normalmente, ainda), halls suggar free, escova de cabelos, talão de cheques, cartões de crédito e algo mais... Querem saber?
Sou a Cláudia, 40anos,separada, produtora de eventos, morando em São Paulo.
Na minha bolsa carrego contratos,celular, batom, maquiagem, cds demo, chaves diversas, carteira, um perfuminho, óculos de sol, brinquedinhos para meu cão, e segredinhos...Querem descobrir o restante?

Oi! Eu sou a Sabrina, encarnação semi-japa, bióloga (um tanto quanto frustrada ultimamente), 25 anos. Nascida em São Paulo, e atualmente morando em São Carlos, Sanca city, pros íntimos.
O conteúdo da minha bolsa, varia conforme o dia, e o estado de espírito dessa que vos fala. Bom, no geral sempre tem carteira, porta-níquel, pacotinho de lenço de papel, kit de sobrevivência feminino (vulgo necessaire), elásticos pro cabelo e afins. Também tem caneta, papel, livro, cartões postais que pego por aí, e quando não esqueço também tem agenda... Será que carrego coisa demais???? :-)
Sou Marta, moro na cidade do Rio de Janeiro, idade?
ah! segredo!,psicóloga psicodramatista,na minha bolsa não carrego mtas coisas,mas o necessário para uma emergência,celular,tels de alguns psiquiatras de plantão, agenda pra saber o nome de todos pacientes,
um bloquinho básico para anotações emergências e balas, pq enjoo no tráfego, se vc quiser saber algo mais... descubra!





- 01/07/2006 a 31/07/2006
- 01/06/2006 a 30/06/2006
- 01/05/2006 a 31/05/2006
- 01/04/2006 a 30/04/2006
- 01/03/2006 a 31/03/2006
- 01/02/2006 a 28/02/2006
- 01/01/2006 a 31/01/2006
- 01/12/2005 a 31/12/2005
- 01/11/2005 a 30/11/2005
- 01/10/2005 a 31/10/2005
- 01/09/2005 a 30/09/2005